Benefícios sociais de tocar bateria

Escola de Música Compasso Divertido. Ser baterista é pertencer a uma espécie rara. Guitarristas há muitos, mas homens das baquetas, nem por isso. E se tocarem bem, ainda mais raros são. E, por alguma razão, muitos acumulam funções como humoristas da banda, talvez por passarem tanto tempo lá atrás à espera que a malta acerte com o tom e têm mais tempo para inventar piadas. Nada disso, a verdade, é que um bom baterista aprende a ler os sinais não verbais dos outros para perceber a dinâmica e a adivinhar a intensidade com que tem que tocar.

E aprendem a ser mais tolerantes. Um bom baterista sabe tocar ritmos de todo o mundo, percebe a sua complexidade e riqueza culturais, e comunica musicalmente de forma mais imediata com outros músicos de outras origens. Basta haver um batuque certo e é só ir atrás.

Tocar bateria também dá autoconfiança, porque é algo complexo mas que se pode dividir em várias partes que, com prática e repetição, se tornam acessíveis. E, por causa do volume natural do instrumento, não será o mais indicado para envergonhados, é preciso que se bata com força e decisão para a batida sair bem.

Benefícios musicais

Um bom baterista tem sempre procura. Para ser bom, tem de ser versátil, para poder tocar com músicos de estilos diferentes e, quanto mais largos forem os horizontes, mais facilidade terá em encontrar esses músicos. Um baterista não toca bateria, toca tudo o que for instrumento de percussão, desde djembés a mesas de café, portanto, está sempre pronto a animar uma festa.

Como podem ver, há várias boas razões para começarem a tocar bateria, mas se souberem mais, partilhem-nas connosco na caixa de comentários. Tocar bateria faz bem, nem que seja só porque é dos instrumentos mais divertidos de se tocar e que pode ser aprendido em qualquer idade. Os únicos requisitos são saber contar e ouvir os outros.

Fonte: https://www.salaomusical.com/pt/393-baterias-acusticas

Bateria

OS BENEFÍCIOS DA MÚSICA EM BEBÉS

De pequenino se desenvolve o ouvido. Não é um ditado popular, mas devia ser, porque a música é tão benéfica para as crianças que devem começar já a ouvi-la ainda na barriga da mãe. A melhor parte é que, como não têm ainda um gosto definido, podemos pô-los logo a ouvir boa música desde cedo. As vantagens são mesmo muitas.

Desenvolvimento do cérebro

O cérebro dos bébés é muito plástico, ou seja, está muito receptivo a novos estímulos e a adaptar-se a eles. A música é um estímulo fantástico e, quando fornecido pelos pais, numa interacção directa com as crianças, reforça não só a relação entre eles mas ajuda ao desenvolvimento de várias competências na criança.

Linguagem

A música tem uma linguagem própria, mas os bébés estão programados para aprender todas as linguagens que lhes forem apresentadas. Usando a música,  estão a estimular a área do cérebro que está associada à compreensão e produção do discurso, mas também ao ritmo e melodia. A música pode-se tornar na língua nativa do vosso bébé, já viram?

Coordenação

Ver um bébé a mexer-se é ver uma criatura sempre na corda bamba. Uma criatura fofinha e trapalhona, que ainda está a tentar perceber como é que funcionam aquelas coisas na ponta das pernas e como jogam com o resto do corpo. O ritmo da música ajuda a desenvolver esse processo de coordenação motora porque os bébés começam a querer dançar ainda antes de saberem andar. O que nos faz questionar algumas prioridades da vida adulta, mas isso é outro assunto.

Empatia e criatividade

Está provado cientificamente que a música aumenta a empatia, porque reconhecem os sentimentos nas canções, diferenciando acordes maiores e menores, por exemplo. Os bébés que são estimulados musicalmente terão uma maior possibilidade de ser mais criativos  e, se ao longo do seu crescimento tiverem aulas de música, terão uma inteligência espacial mais forte, serão melhores a matemática e mais desenvolvidos intelectualmente.

Calma e bem estar

A música acalma os adultos e também acalma os bébés. Eles conseguem responder emocionalmente a uma música à medida que vão recolhendo na sua paleta emocional os vários sentimentos que os rodeiam. Músicas lentas ajudam a baixar o seu ritmo cardíaco, outras mais animadas produzem endorfinas, que é aquela substância que o nosso corpo produz para nos fazer sentir bem. E a música, sendo uma experiência positiva, pode ajudar a reforçar a imunidade das crianças. Não substitui as vacinas mas é mais agradável.

Memória

As músicas para bébés estão cheias de lenga-lengas e repetições para reforçar a sua memória. Não esperem que a vossa criança seja um novo Mozart, capaz de transcrever peças musicais depois de as ouvir apenas uma vez, mas fiquem seguros que esta é uma das qualidades que toda a gente que ouve e aprende música desenvolve. Às vezes é mais uma maldição que uma benção, como quando só nos lembramos do refrão daquela música horrível logo quando acordamos (essa mesmo), mas todos os músicos sabem a quantidade de informação que têm de memorizar para poderem tocar. A música, por ter padrões e estruturas repetitivas, e o elemento emocional, ajuda a reforçar e a desenvolver os processos da memória.

Proximidade

Finalmente, é algo que pais e filhos podem fazer em conjunto. Tocar um instrumento ou cantar para e com eles, cara a cara, é das coisas mais extraordinárias que se podem fazer, porque há uma relação que se desenvolve entre vocês. E, como sabemos, há poucas coisas que nos conseguem unir tanto como a música, e nada é tão próximo como a relação entre os pais e os seus bébés. Para poderem perceber a importância disto e porque é mesmo um vídeo muito muito fofo, vejam a reacção deste bébé enquanto a mãe lhe canta uma música do Rod Stewart. Gostos à parte, é de uma pessoa ficar toda derretida..

Fonte: https://www.salaomusical.com/pt/blog-instrumentos-musicais/65_os-beneficios-da-musica-em-bebes.html

 

Aprender um instrumento fá-lo ser bem sucedido

Pesquisas mostram uma relação entre aprender a tocar um instrumento quando criança e se tornar bem sucedido na vida adulta. Então, se se sente sempre aborrecido com os seus pais por o forçarem a fazer aulas de músicas, agradeça-lhes! E, se tiver filhos, coloque-os também a aprender algum instrumento.

Tocar o torna mais inteligente

Se não aprendeu quando criança, tudo bem. Comece agora. Pesquisas mostram que isso pode aumentar seu QI em até sete pontos. Mesmo que o objetivo não seja se tornar um profissional, nem é preciso tocar bem, apenas tentar aprender e se dedicar.

Melhora a memória

A música ajuda o cérebro a se desenvolver em várias áreas, sendo a memória uma das mais significativas. Então, se você está preocupado por ter uma memória ruim, considere aprender a tocar um instrumento.

Sobre Nós

CLASSES DE CONJUNTO

A Escola de Música Compasso Divertido tem a satisfação de anunciar o início dos ensaios das CLASSES DE CONJUNTO em OUTUBRO.

Apenas 1 VEZ por MÊS:

3ª feira às 20h ensaio de Combo e 5ªf às 20:30h ensaio do Ensemble de Cordas

Sabemos que é de extrema importância que os alunos desenvolvam as suas competências num ambiente de conjunto, partilhando os seus saberes e ajudando os outros a melhorar as suas performances.

Qualquer aluno, de qualquer instrumento, pode ingressar numa destas classes de conjunto, mas cabe ao professor responsável por cada classe a admissão dos interessados.

Professores

Método Cooperação / Colaboração

Nas aulas de Iniciação e Educação Musical, a metodologia do ensino/aprendizagem baseia-se na colaboração / cooperação que visam a consolidação do conhecimento. Torna o aluno mais responsável, autónomo, organizador e respeitador da diferença.

Promove igualmente a capacidade de se auto avaliar e avaliar o grupo, o que permite a aplicação de estratégias para superar as dificuldades dos seus pares.

Esta característica promove o próprio sentido da responsabilidade. Promovem-se “o saber, o saber fazer e o saber ser”. Ao mesmo tempo são fomentadas as relações pessoais, a solidariedade e a cooperação.

Tendo em conta as características da Música e do Som – ALTURA, RITMO, DINÂMICA, TIMBRE e FORMA – o processo Ensino / Aprendizagem baseia-se na aplicação de diferentes atividades e estratégias que promovem o seu desenvolvimento, que fazem parte, naturalmente, do Ser Humano.

A simplicidade na apresentação, no desenvolvimento e variedade das atividades são essenciais para captar o interesse das Crianças e Jovens. O entusiasmo e a curiosidade são factores determinantes para o sucesso das aprendizagens.

Educa. Musical

WhatsApp